Displaying: 1-20 of 27 documents

0.066 sec

1. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
G. K. Chesterton A educação pelos contos de fadas
2. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
G. K. Chesterton A Ética dos contos de fadas
3. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
G. K. Chesterton A Ética do Reino Encantado
4. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
Notas e Comentários
5. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
Padre Ian Boyd, C.S.B. Chesterton e C. S. Lewis
6. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
Padre Ian Boyd, C.S.B. Editorial
7. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
Alex Catharino Sobre Histórias de Fadas de J. R. R. Tolkien
8. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
Ives Gandra Martins Filho Os contos de fada e a sanidade mental: A visão de G. K. Chesterton e J. R. R. Tolkien
9. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
G. K. Chesterton Carta para uma criança
10. The Chesterton Review em Português: Volume > 1 > Issue: 1
Marcelo Coelho Ortodoxia de G. K. Cherterton
11. Forum Philosophicum: Volume > 6
Franciscus Bargieł SJ Benedictus Dobszewicz SJ (1722-c. 1794) eiusque partes in philosophia Societatis Jesu in Polonia saeculo XVIII renovanda
12. Schutzian Research: Volume > 1
Monique Coutinho da Silva, Florence Romijn Tocantins Necessidades do familiar no cuidado ao cliente com insufuciência renal crônica: uma perspectiva para a enfermagem
abstract | view |  rights & permissions
This study focuses on family members of clients with Chronic Renal Insufficiency (CRI) in hemodialytic treatment, signaling the importance of their participation in care aiming toward an adaptation of a new reality in one’s life. The objective of this study is as follows: to understand the meaning attributed by significant family members to their participation in caring for the client with CRI in hemodialytic treatment. This investigation was developed using a qualitative research modeled after Alfred Schutz’s phenomenological approach, namely to increase understanding in interaction with the other as a process of facilitating an understanding of one’s experience that constitutes the newly constructed reality. The subjects of the research were ten family members noted significantly for their care by the clients of a hemodialytic center from the state of Espírito Santo (Br). The results allowed to identify the care activities developed by the family members. The phenomenological interview consisted of a central question: what do you have in mind when caring for a family member with CRI? The analysis of the responses pointed principally toward two categories: the well-being of the client and the well-being of the family member, or caretaker. Generally, this demonstrates that the care given to the client by the family member is intended to enhance the health care needs of both the client and the family member, or caretaker. These perspectives support the quality of care through the nurse’s action in planning health and nursing care for the client as well as for the client’s family member, allowing recognition of each as a subject of his or her professional action.RESUMO: Este estudo focaliza os familiares dos clientes com insuficiência renal crônica (IRC) em tratamento hemodialítico, sinalizando a importância de sua participação nos cuidados tendo em vista a adaptação a uma nova realidade de vida. Tem como objetivo: compreender o significado atribuído pelo familiar significativo à sua participação no cuidado ao cliente com IRC em tratamento hemodialítico. Constitui uma pesquisa qualitativa, utilizando a abordagem fenomenológica de Alfred Schutz como método, entendendo a interação com o outro um processo facilitador de compreender as experiências e vivências que constituem uma realidade construída. Os sujeitos da pesquisa foram dez familiares apontados pelos clientes de um centro de hemodiálise no Estado do Espírito Santo como significativos no cuidado. Os resultados permitiram identificar as atividades desenvolvidas pelos familiares como cuidado. A entrevista fenomenológica consistiu da questão central: o que você tem em vista ao cuidar do seu familiar com IRC? A análise dos depoimentos apontou para duas categorias Bem Estar do cliente e Bem Estar do familiar ou cuidador.. O típico da ação demonstra que os cuidados dispensados ao cliente pelo familiar visam a atender tanto as necessidades do cliente quanto daquele que cuida. Estas perspectivas subsidiam a ação do enfermeiro para buscar a qualidade da assistência, planejando ações direcionadas ao cuidado da clientela, inclusive seus familiares, reconhecendo a ambos como sujeitos de sua ação profissional.
13. Theoria. Revista de Teoría, Historia y Fundamentos de la Ciencia: Volume > 16 > Issue: 2
Charbel Niño EI-Hani, Antonio Augusto Passos Videira Causação descendente, emergência de propriedades e modos causais aristotélicos (Downward Causation, Property Emergence, and Aristotelian Causal Modes)
abstract | view |  rights & permissions
O problema da causação descendente é um ponto central na formulação do fisicalismo não-redutivo e na compreensão da emergência de propriedades. Duas interpretações possíveis da causação descendente, nas quais a contribuição do pensamento aristotélico é importante, são examinadas. Os requisitos do programa de matematização da natureza na mecanica clássica, que levaram ao abandono de três dos modos causais aristotélicos, nao parecem igualmente importantes nas ciencias especiais. Isto sugere que a contribuição de Aristóteles pode ser, de certa maneira, retomada. Uma definição de propriedade emergente é apresentada, sendo a causação descendente interprerada de acordo com os modos causais formal e funcional.The problem of downward causation is a key subject in the formulation of nonreductive physicalism as well as in the understanding of property emergence. Two possible interpretations of downward causation, to which Aristotelian thought is relevant, are examined. In the mathematical understanding of nature in classical mechanics, the principle of causality should meet requirements that entailed the rejection of three among the four Aristotelian causal modes. Those requirements do not seem equally important in the special sciences and one may suggest, then, that Aristotle’s contribution may be taken into account. A definition of an emergent property is proposed, in which downward causation is interpreted according to the formal and functional causal modes.
14. Augustinianum: Volume > 27 > Issue: 1/2
Pio G. Alves de Sousa A Conversão em Clemente de Roma Metanoia, uma palavra chave
15. The Chesterton Review em Português: Volume > 2 > Issue: 1
Padre Ian Boyd, C.S.B. G. K. Chesterton e Santo Tomás de Aquino
16. The Chesterton Review em Português: Volume > 2 > Issue: 1
G. K. Chesterton Chesterton sobre Santo Tomás de Aquino: algumas páginas recém descobertas
17. The Chesterton Review em Português: Volume > 2 > Issue: 1
Alessandra Lass Minha jornada Chestertoniana
18. The Chesterton Review em Português: Volume > 2 > Issue: 1
G. K. Chesterton O que a Idade Média legou para Europa
19. The Chesterton Review em Português: Volume > 2 > Issue: 1
Ives Gandra Martins da Silva Filho Chesterton e o Universo de Scott Randall Paine Tradução de Lenise Garcia Corrêa Barbosa
20. The Chesterton Review em Português: Volume > 2 > Issue: 1
G. K. Chesterton Santo Tomás de Aquino